27 / 07 / 22

Federações do Comércio de Alagoas, Bahia e Sergipe se articulam para estimular e promover setor pesqueiro

Em setembro, as três entidades irão realizar a primeira Expopesca, com palestras, exposição e sessão de networking

Em reunião realizada nesta quarta-feira (27), o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL), Gilton Lima, recebeu representantes da Federação de Sergipe, do Sebrae e da comunidade pesqueira local para tratar da realização da I Expopesca, que ocorrerá de 8 a 10 de setembro, em Aracaju, e de seus possíveis desdobramentos para a economia no Nordeste e também no Brasil.

Para Lima, a iniciativa é o início de um projeto promissor e deve crescer muito nos próximos anos. Aliás, já há tratativas para a próxima edição ser realizada em Alagoas. Posteriormente, também há interesse do evento ser realizado na Bahia. “Tudo começa pequeno, mas vejo muito potencial no evento. Não é à toa o entusiasmo colocado pelo Humberto, coordenador da Câmara de Pesca da Federação de Sergipe, ao apresentar a Expopesca. Agradeço a disposição por vir a Alagoas. Vai trazer benefícios para todos nós”, ressaltou.

O presidente da Fecomércio AL reforça ainda que esse projeto é mais um fruto de sua gestão, que, desde outubro de 2019, se galga pelo fortalecimento de parcerias. Nesse caso em específico, inclusive, foi pessoalmente ao Sebrae para tratar do assunto e apresentar a relevância do apoio da entidade em prol de uma das categorias mais relevantes para a economia de um estado como Alagoas, que é margeado por praias, rios e lagoas. Diante desse contexto, a propósito, Lima, juntamente com sua equipe técnica, já se articula para replicar no estado a criação de uma câmara empresarial para o setor.

O coordenador da Câmara de Pesca e Aquicultura da Fecomércio SE, Humberto Eng, destacou que o evento é resultado da decisão da Federação de Sergipe de assumir o compromisso de se tornar protagonista em um setor econômico que, a princípio, não seria de competência da entidade. “Precisamos mostrar que essa categoria é um dos atores principais da economia. Há muito valor agregado. A pesca esportiva, por exemplo, é um grande atrativo turístico. E o pescado é a proteína mais vendida do mundo”, observou.

Além do gerente da Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae Alagoas, Carlos Henrique Soares, e do coordenador do Instituto Fecomércio de Sergipe, Lucas Uriel, a reunião contou também com a presença de representantes da comunidade pesqueira em Alagoas, como a presidente da Federação dos Pescadores do Estado de Alagoas (Fepeal), Maria Aparecida da Silva, o sócio-administrador da empresa LP Comércio de Pescados, Luiz Pessoa, e representantes das colônias de pescadores Z-02 e Z21, Maria José Santos e Johnny Lima, respectivamente.

A I Expopesca é uma realização das Federações do Comércio de Bens, Serviços e Turismo dos estados de Alagoas, Bahia e Sergipe e conta com o apoio do Sebrae.

27 / 07 / 22