29 de setembro de 2017

69% dos consumidores de Maceió irão presentear no Dia das Crianças

A pesquisa de intenção de compras realizada pelo Instituto Fecomércio de
Estudos, Pesquisas e Desenvolvimento do Estado de Alagoas para o Dia das Crianças
aponta que 69% dos consumidores de Maceió irão presentear no próximo dia 12 de
outubro. Dentre estes, 41,35% pretendem comprar dois produtos; 37,54% irão
adquirir um; e 13,49%, três presentes. Os mimos serão destinados aos filhos (60,93%),
a parentes (26,82%), aos netos (11,3%) e outros (0,87%).
Já entre os 31% que não comprarão presentes, 35,22% alegaram que não têm a quem presentear e 30,79% disseram estar endividados. O desemprego foi apontado por 13,84% como motivo de não presentear, enquanto 7,55% comemorarão a data de
outra forma. Cautela (4,4%) e falta de costume em dar presentes (8,18%) foram outros
fatores alegados.
O levantamento foi feito no período de 19 a 21 de setembro e demonstra,
ainda, que 35,86% devem desembolsar entre R$ 51,00 a R$100,00; 16,33% estimam
gastos entre R$ 101,00 e R$ 150,00 e, 13,70%, até R$ 50,00. A faixa de preço
compreendida entre R$ 151,00 e R$ 200,00 será a escolha de 12,83% dos
entrevistados, enquanto 8,45% estarão dispostos a desembolsar entre R$ 201,00 e R$
250,00; 6,12% entre R$ 251,00 e R$ 300,00; 1,46% entre R$ 301,00 e R$400,00; e,
5,25% gastarão acima de R$ 400,00.
Os brinquedos lideram a lista de produtos a serem comprados, pois estão como
opção de 64,43% dos consumidores. Itens de vestuário agradarão a 17,78%, mas os
calçados também serão escolhidos (5,25%), seguidos de perfumes (3,21%) e
celular/smartphone (2,62%). Livros e eletro/eletrônicos aparecem empatados na
preferência, ambos com 1,46%.
Quanto aos locais escolhidos para as compras, a ordem de preferência será:
lojas de shoppings (50,29%); lojas do Centro de Maceió (35,67%); lojas de
rua/bairro/galeria (7,02%); internet (4,09%); e supermercados (2,34%). Os motivos
que levarão os consumidores a definir o local da compra são: preços (35,78%);
qualidade dos produtos (10,56%); promoções (10,26%); e praticidade (7,92%). A
proximidade e a variedade apareceram empadas (8,21%, cada).
Em relação à forma de pagamento, a maioria (38,17%) pagará à vista/dinheiro,
seguido pelo cartão de crédito parcelado (28,40%), pelo cartão de crédito na
modalidade rotativo (16,57%), à vista/cartão de débito (16,86%).
A data será comemorada por 50% dos entrevistados, que irão aproveitar o dia
para almoçar o jantar em restaurantes (21,60%), ir ao cinema ou teatro (20,40%);
preparar um almoçar ou jantar em casa (20,40%); curtir a praia (18,40%) ou a casa de
amigos (10%). Praças (5,20%) e viagens (2%) também serão opções. O valor gasto com

as comemorações ficará na faixa de R$ 51,00 a R$ 100,00 para 46,40%;até R$ 50,00
para 33,20% e entre R$ 101,00 e R$ 150,00 para 14%.
PERFIL DOS ENTREVISTADOS
Do total de entrevistados, 53% são do sexo feminino e 47% do sexo masculino.
A maior parte compreende a faixa etária de 25 a 34 anos (45%). Em relação ao grau de
escolaridade, 47,8% têm ensino médio e 33,6% possuem curso superior. A maior renda
é entre dois e cinco salários mínimos (66,8%), entre seis e dez salários (16,2%) e até
um salário mínimo (15,2%).

Os entrevistados responderam perguntas abertas e fechadas. O nível de
confiança da pesquisa é de 95% e a margem de erro corresponde a 5% para menos ou
para mais.

Clique aqui para ler o relatório completo

29 de setembro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *