23 de abril de 2020

Fecomércio lança edital para credenciar costureiras e microempreendedores na produção de máscaras de tecido

Serão cerca de 4.500 máscaras a serem distribuídas pelo Programa Mesa Brasil e sindicatos filiados. Sesc e Senac são parceiros da inciativa

 

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL) abrirá, amanhã (24), edital para credenciamento de pessoas físicas e microempreendedores individuais (MEI) para a confecção de cerca de 4.500 máscaras de tecido. O objetivo é distribuí-las entre instituições atendidas pelo Mesa Brasil e empresários associados aos sindicatos filiados à Federação nos municípios de Palmeira dos Índios, União dos Palmares, Penedo e Arapiraca.

Além de auxiliar na prevenção e no enfrentamento ao Covid-19 (coronavírus), a iniciativa tem caráter social, contribuindo para a geração de renda a costureiras e microempreendedores individuais. “A pandemia vem nos desafiando a enfrentar as consequências de seus impactos sociais e econômicos, entre eles, a dificuldade de acesso a máscaras necessárias ao isolamento social. O edital traz, nesse momento, a possibilidade de gerar renda a costureiras e, somado a isso, ajudar na distribuição de máscaras na sociedade”, enfatiza Allan Souza, assessor da presidência da Fecomércio.

Ele explica que a ação da entidade, além da parceria com o Sesc via o Programa Mesa Brasil, conta também com a parceria do Senac AL, instituição que doará os tecidos 100% algodão e as linhas a serem utilizados na confecção das máscaras. O edital contempla 30 lotes contendo 147 máscaras do tipo ‘Bico de Pato’, cada um, sendo pagos R$ 191,10 (cento e noventa e um reais e dez centavos) por lote. Autônomos da categoria de costureiro que são alunos ou ex-alunos do Senac terão a preferência, mas o edital é aberto a quem se interessar.

Somente poderão participar do credenciamento pessoas físicas e MEI com residência ou estabelecimento sediado em Alagoas. Se pessoa física, deve ter idade mínima de 18 anos, ser costureiro(a) e dispor de equipamentos de costura necessários e material para a produção das máscaras (exceto linhas e tecidos). Se MEI, precisa estar inscrito no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas (CNPJ), constando CNAE voltado à área de confecção, além de dispor de espaço higienizado, de equipamentos de proteção individual para os colaboradores que irão produzir as máscaras e de equipamentos de costura necessários e material para a produção das máscaras (salvo tecido e linha).

O credenciamento irá até o dia 29 de abril e o resultado será divulgado no dia 4 de maio. A entrega dos kits (tecido e linha) acontecerá no dia seguinte, 5 de maio, e os selecionados deverão entregar a produção no dia 8. O pagamento será feito 10 dias após a entrega e aprovação do lote.

 

Confira o Edital.

 

 

 

23 de abril de 2020