23 de agosto de 2019

Empresários alagoanos visitam Porto de Suape interessados em importar

A visita técnica promovida pela Fecomércio teve o intuito de apresentar a estrutura do local para os empresários que investirem na importação

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL) articulou uma visita técnica ao Porto de Suape, em Ipojuca (PE), na quinta-feira (22) e levou um grupo de dez empresários de Alagoas que têm interesse em importar mercadorias de outros países e, com isso, procurar dinamizar e ampliar os negócios.

Os empresários foram recepcionados pelos gerentes do Tecon Suape. Fundada em 2001, a empresa é do grupo ICTSI, especializado na aquisição, desenvolvimento, administração e operação de portos e terminais de contêineres em todo o mundo.

O terminal iniciou suas operações, em 2002, em uma área de 400 mil m². O Tecon Suape tem capacidade atual para movimentar 721,5 mil Teus, que é a unidade padrão para contêineres de 20 polegadas, ano. Futuramente, poderá alcançar uma movimentação anual de até 1,2 milhão de Teus.

Após a recepção com a apresentação do gerente de vendas, Érico Macêdo, os empresários fizeram um tour pelo terminal e conferiram a estrutura como o canal de acesso com 390m de largura e 16,5m de profundidade; berços lineares de atracação com extensão total de 935m; profundidade operacional nos berços de 15,5m; balança rodoviária; escritório da alfândega, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) dentro do terminal; estrutura para fornecimento de energia e monitoramento de temperatura para contêineres refrigerados; área para inspeção de carga refrigerada; galpão para inspeção das Autoridades Fiscalizadoras; armazém Alfandegado (CFS) com Entreposto Aduaneiro e scanner para contêineres.

Desde 2010 no mercado alagoano, o empresário Wesley Bandeira, da WA Automotivo, assegurou que a visita técnica foi interessante e mais “desbravadora”. Ele não tem nenhuma experiência com importação, mas tem interesse no assunto em busca de novos mercados e um ambiente competitivo. “Compreendi o que foi passado, mas foram muitas informações”, afirmou.

Para o representante do Supermercado Unicompra, Nivaldo Pereira, a visita ao Porto de Suape foi muito proveitosa. “Fiquei impressionado com a apresentação do tour. Nunca vi uma estrutura como aquela”, comentou. Segundo ele, o próximo passo será elaborar um relatório da visita técnica para o grupo Unicompra, que tem interesse em ampliar os negócios via importação. Além disso, será analisada a possibilidade de participar da próxima Missão à China, organizada pela Fecomércio, que acontecerá no próximo mês de outubro.

A experiência foi aprovada para o empresário Oscar Falcão, proprietário do Atacadão São Paulo, que comercializa brinquedos, utilidades e tecidos. “Gostei porque deu para pegar informações importantes. Fiquei realmente satisfeito”, comentou. Ele já garantiu presença na segunda Missão à China que acontecerá em outubro.

PROGRAMA

A Fecomércio vem focando em importação desde o ano passado, inclusive trouxe o cônsul geral da Argentina, Alejandro Lastra, cuja sede do consulado fica em Recife, por duas vezes para sua sede. A construção desse relacionamento fez com que Alejandro fizesse questão em participar da visita dos empresários alagoanos ontem no Porto de Suape.

A visita do cônsul é desdobramento do programa “Sua Empresa Mundo afora – fazendo bons negócios”. Em outubro passado, Lastra foi recebido pela diretoria da Fecomércio para falar sobre internacionalização, já que a Argentina é um grande produtor de alimentos e em Alagoas existem grandes empresas do setor alimentício. Pouco tempo depois, em maio deste ano, a Federação recebeu representantes da fábrica argentina Dulcor e, em parceria com o Sincadeal, promoveu uma rodada de negócios com distribuidoras alagoanas.

23 de agosto de 2019