25 de janeiro de 2019

Fecomércio participa de solenidade de assinatura de decretos de benefícios fiscais

Benefícios do Prodesin representam mais de R$ 270 milhões em investimentos no Estado e a geração de, aproximadamente, 6.700 empregos

O presidente em exercício da Federação do Comércio do Estado de Alagoas (Fecomércio AL), Gilton Lima, participou da assinatura dos decretos de concessão de benefícios fiscais a 20 empresas que vão se instalar em Alagoas, nesta sexta (25), pelo governador Renan Filho. A solenidade aconteceu no Salão de Despachos do Palácio República dos Palmares, Centro de Maceió. O diretor administrativo da Federação e presidente do Sindilojas União dos Palmares, Adeildo Sotero, também acompanhou a solenidade.

Os benefícios concedidos pelo Governo do Estado fazem parte do Programa de Desenvolvimento Integrado (Prodesin), que, a partir da modernização, passou a oferecer a redução de 92% no pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na saída dos produtos industrializados, além do diferimento do ICMS sobre os bens destinados ao ativo fixo, sobre a matéria-prima utilizada na fabricação de produtos e na aquisição interna de energia elétrica e gás natural.

A chegada das novas empresas, que tiveram os incentivos aprovados pelo Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico e Social (Conedes), representa mais de R$ 270 milhões em investimentos no Estado e a geração de, aproximadamente, 6.700 empregos, entre diretos e indiretos. “O incentivo fiscal significa tocar impostos, arrecadação de tributos por empregos. O Estado ganha quando arrecada, pois, investe em educação, saúde e infraestrutura. Ganha também quando eleva a quantidade de emprego na economia porque as pessoas compram nas lojas, nos mercadinhos, no comércio. Deixa de arrecadar para estimular a geração de emprego. Isso é muito importante para o nosso povo”, disse o governador Renan Filho ao final da solenidade.

Para o presidente em exercício da Fecomércio, a iniciativa do governo fomentará a economia. “A geração de empregos, além de melhorar a autoestima da população, melhora o poder aquisitivo e, como consequência, movimenta mais o nosso comércio, estimulando a economia”, avaliou Gilton Lima.

Investimentos

Durante a solenidade, Renan Filho ressaltou a solidez fiscal de sua gestão e disse que em 2018 foram investidos, aproximadamente, 1 bilhão de reais. Deste montante, apenas cerca de 15% foram de origem Federal, sendo os demais de recursos próprios. “Este ano estamos nos preparando para, com a captação de recursos por meio de um espeço fiscal que temos e com recursos próprios, se tudo der certo, investir mais 1 bilhão de reais em Alagoas. Em estradas, em hospitais, em escolas em tempo integral e em mais segurança”, afirmou, ao acrescentar que o que muda Alagoas é a capacidade de investir.

Assento

A Fecomércio tem assento no Conedes. O Conselho possui uma estrutura de 27 conselheiros dos setores da iniciativa privada, Governo do Estado e sociedade civil, formando um colegiado que tem como objetivo a articulação das ações governamentais voltadas para a ampliação do cenário de desenvolvimento econômico e social de Alagoas.

 

25 de janeiro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *