13 de setembro de 2018

Orçamento 2019 do FNE planeja R$ 700 milhões para Alagoas

O Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste destina o recurso para os setores produtivos, como agricultura, indústria, comércio e serviços

O presidente da Federação do Comércio do Estado de Alagoas (Fecomércio AL), Wilton Malta, e representantes do setor produtivo participaram de uma reunião promovida pelo Banco do Nordeste do Brasil (BNB), hoje (13), na Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), para apresentar as expectativas de financiamento com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para 2019. Para o setor produtivo de Alagoas, o BNB deverá disponibilizar cerca de R$ 700 milhões. O FNE atende 1.990 municípios.

Anualmente, o BNB coordena o processo de elaboração da programação do FNE. Como se trata de recursos públicos, a reunião com a sociedade se faz necessária. Por isso, o setor produtivo foi convocado. Dados do Banco do Nordeste apontam que o setor de comércio e serviços ultrapassa a 60% do PIB do Nordeste.

Do total de R$ 700 milhões, aproximadamente 30% é para os empresários de comércio e serviços que pretendem buscar um financiamento. Com o desempenho do setor na região, o percentual de financiamento para o Nordeste poderá chegar a 40%. “Existem recursos do FNE numa disponibilidade maior e que o recurso é maior para todos os setores. Podem estruturar as demandas e contar com o BNB”, assegurou o superintendente estadual do BNB, Pedro Ermírio de Almeida Freitas Filho.

O superintendente do BNB, José Rubens Dutra, apresentou a atuação do FNE durante os 30 anos de existência. Segundo ele, Alagoas responde por mais de 70% dos investimentos em longo prazo no Nordeste com apenas 17 agências no Estado. Mais de 56% de todo o crédito é rural.

A Secretaria de estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) e a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) fizeram apresentações sobre as perspectivas de investimentos para 2019. O representante da Sedetur afirmou que o Estado terá doze empreendimentos, em 2019, e dois deles já estão foram concretizados, o Record Officer & Suites e o Brisa Suites. Juntos, os 12 empreendimentos vão assegurar 1.150 empregos e equivalem a um investimento de R$ 284,5 milhões. “Temos a rede hoteleira e mais nova do Nordeste”, afirmou. Ele citou ainda o empenho para tornar realidade a construção de aeroportos em Arapiraca e Maragogi.

Representando o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Estado de Alagoas (Sincofarma AL), o executivo Nivaldo Neves prestigiou o evento.

 

 

13 de setembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *