4 de dezembro de 2013

Comerciantes esperam com otimismo o período de fim de ano

Com a proximidade das festas do fim do ano, os comerciantes já sentem a expectativa do aumento nos lucros na temporada de Natal e Ano Novo, apesar do estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) apontar um crescimento sensivelmente menor das vendas no fim do em relação ao ano passado.
Com o alerta de leve desaceleração, divulgado no início do segundo semestre, os empresários estão se preparando melhor para a temporada na tentativa de ficarem de fora da previsão da entidade e conseguirem um lucro igual ou superior ao do ano anterior.
A empresária Maria Antonieta Barros, dona de uma loja de decoração na cidade de Arapiraca, observa o período de fim de ano com otimismo, porém, sabe que o aumento das vendas será tímido em relação ao ano passado. “Devido ao atual momento pelo qual passamos, com a economia brasileira em baixa, a alta do dólar e as greves que ocorreram, nós sabemos que as vendas não aumentarão da mesma forma como no ano passado; mas, mesmo assim, vivemos esse período com otimismo e ainda esperamos uma certa alta nos lucros, mesmo que tímida”, explica a empresária.
Em relação à preparação para as vendas para os últimos meses de 2013, a comerciante ressalta a importância do planejamento, principalmente na atual conjuntura da economia brasileira. “O planejamento é fundamental para tentar alcançar, pelo menos, um lucro igual ao do ano passado ou, se possível, superior. Para isso, desde setembro, estamos reforçando nosso estoque, preparando promoções e observando melhor o perfil de nossos clientes, tudo para aproveitar da melhor forma esse período”, observa Antonieta. Embora otimista quanto ao aumento das vendas, a empresária lamenta que este ano não seja possível realizar a contratação de funcionários temporários para o período natalino.
O lojista Felipe Morais, empresário do ramo da moda na cidade de Palmeira dos Índios, espera um aumento significativo nos lucros da própria loja e, para isso, já está com tudo pronto para a temporada de Natal e Ano Novo. “Nosso planejamento de fim de ano é feito para obter o maior lucro possível, independentemente de qualquer previsão do mercado econômico, trabalhamos sempre em busca de melhorar os nossos índices”, diz Felipe. “Já estamos prontos para o Natal e o Ano Novo, aumentamos o estoque, contratamos mais dois funcionários, um fixo e um temporário, e já percebemos que a movimentação da loja aumentou com a proximidade do fim do ano”, conclui.
Previsão da CNC
A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) prevê um crescimento de 4,5% nas vendas do período de fim de ano em todo o país, ante 8,1% no mesmo período de 2012. Se confirmado, esse será o desempenho mais fraco dos últimos dez anos. Segundo economistas da entidade, o motivo do aumento não ser tão significativo quanto ao do ano passado é a disparada do dólar, junto com a alta dos juros e os estoques mais altos.

4 de dezembro de 2013